Pratos típicos de festa Junina alimentos típicos de Junho

Pratos típicos de festa junina Como fazer os alimentos típicos Parte 1

Junho e Julho saudável: saiba como se deliciar com os alimentos típicos das festas juninas sem culpa

benefícios para a saúde dos principais quitutes da temporada. Anote receitas!

Paçoca, milho, salsichão, arroz doce… Foi dada a largada para a temporada das festas juninas e, é claro, para a degustação dos principais pratos típicos da folia.

Não é nada fácil resistir às delícias caipiras supercalóricas, mas com um pouco de equilíbrio é possível não entrar em guerra com a balança e também aproveitar os bons nutrientes dos alimentos.

A nutricionista Luciana Harfenist garante que, se preparados de forma saudável, os quitutes podem ser benéficos para o organismo, mas para não correr o risco de extrapolar nas calorias, é recomendável comer com moderação.

Para quem acha que está ganhando alguns quilinhos com as comemorações da Copa, imagina nas festas julinas!

 

Pois é, as comemorações juninas ficaram esquecidas, em meio à competição, mas com o fim do evento, ainda terão muitos quitutes julinos esperando por você, na pracinha mais próxima.

Para não perder a linha, listamos as gostosuras mais consumidas nesta época com as respectivas calorias. Fique atenta às porções! 

E, na hora de escolher o que comer, faça o cálculo.

Será que não vale à pena resistir ao espetinho de frango à milanesa, que tem mais de 300 calorias, e saborear um delicioso caldo verde, que tem menos de 170Kcal em uma porção de 200ml? Agora é com você

Segundo a nutricionista Carolina Ribeiro, o segredo para aproveitar os pratos típicos de São João sem exagerar está na escolha dos ingredientes.

Mudando alguns elementos das receitas originais dá para deixar tudo mais light. “Você pode usar menos gordura no preparo dos alimentos, trocar o açúcar por adoçante, acrescentar peito de peru no lugar da linguiça e, no caso do caldo verde, diminuir a quantidade de batata, trocando por chuchu“, sugere ela. 

 

O ideal, de acordo com a nutróloga Alice Amaral, é preparar receitas sem adição de açúcar e leite.

 

O bolo de fubá, a broa de milho e a polenta, por exemplo, podem ser ótimas opções de pratos sem glúten, enquanto a canjica doce, se feita com leite de coco e adoçada com açúcar demerara ou mascavo, já fica bem mais saudável.
Para os carnívoros, o espetinho não está descartado, mas a sugestão é investir em carnes magras e na farinha de mandioca para acompanhar. Mas passe longe da barraquinha da maçã do amor!
A nutróloga alerta que o doce é puro açúcar e pode causar danos aos dentes.

 

Veja abaixo por que e como você pode se deliciar com os quitutes de arraiá sem culpa, mas com moderação:

 

Amendoim

 

Pé de moleque e paçoca são duas das delícias que não podem faltar nas festas juninas e o amendoim é a estrela desses doces.

Mas quando pensamos nele, logo vem à mente o sinal de alerta lembrando da dieta, não é mesmo?

 

O amendoim é calórico, sim, mas é também bastante nutritivo, sendo rico em vitamina C, potássio, magnésio, ferro e fibras.

 

“Consuma sem exageros.Uma porção de 100g possui cerca de 600 calorias, recomenda a nutricionista Luciana Harfenist. Já a nutróloga Alice Amaral destaca o fato de o amendoim ser uma gordura do bem, atuando como protetor cardíaco, da memória, anticancerígeno e anti-estresse.

Receita da paçoca funcional que leva aveia em flocos e amendoim natural

Ingredientes

  • 1 xícara de amendoim natural
  • 3 colheres (sopa) de aveia em flocos
  • 1 semente de cardamomo
  • 1 colher (chá) de canela
  • 3 colheres (sopa) de rapadura

Modo de preparo

  1. Aqueça o amendoim e a rapadura.
  2. Em seguida, leve ao liquidificador com o cardamomo na potência baixa até que se transforme em uma pasta.
  3. Leve a aveia com canela ao fogo em uma frigideira antiaderente e salteie até que fique mais seca, como uma farofa. Modele no formato que achar melhor ou compre embalagens de papel para embrulhar.
  4. A paçoca pode incrementar seu iogurte, frutas e sobremesas.
Mandioca

Também conhecida como aipim ou macaxeira, essa raiz é uma preferência nacional como petisco em botecos e, no mês de junho, faz sucesso nos deliciosos bolos com coco.
Além de fornecer fibras e amido, o aipim também possui vitaminas do complexo B (especialmente a vitamina B3) e potássio. Para não passar demais dos limites, a nutricionista ressalta a importância do modo de preparo do quitute.

 

“Evite fritura! Prepare cozido e com um pouco de manteiga”, indica Luciana Harfenist. De acordo com a nutróloga Alice Amaral, a presença de vitamina C, manganês, cobre e magnésio também faz da mandioca um aliado do sistema imunológico e do controle da enxaqueca e da TPM.

 

Bolinho de mandioca com coco: como fazer tipo de queijadinha

Bolinho de mandioca com coco

Ingredientes

  • 1 e ½ xícara (chá) de mandioca sem casca ralada grosso
  • 2 ovos
  • ¾ de xícara (chá) de açúcar
  • ¼ de xícara (chá) de óleo
  • 1 xícara (chá) de queijo meia cura ralado fino (cerca de 70 g)
  • 1 xícara (chá) de coco seco ralado (cerca de 100 g)
  • Manteiga em temperatura ambiente (para untar)
  • Farinha de trigo ou amido de milho (para polvilhar)

Modo de preparo

Preaqueça o forno a 180ºC (temperatura média). Coloque a mandioca ralada numa tigela e cubra com ½ xícara (chá) de água.

Com um pedaço de papel-toalha, unte 12 forminhas de muffins com uma camada fina de manteiga. Polvilhe com farinha de trigo (ou amido de milho) e chacoalhe para espalhar. Bata sobre a pia para retirar o excesso.

Quebre um ovo por vez numa tigelinha e transfira para uma tigela grande – se um não estiver bom, você não perde toda a receita. Junte o açúcar e o óleo e misture bem com um batedor de arame, até ficar um creme liso.

Com as costas de uma colher, aperte a mandioca numa peneira para retirar a água. Junte a mandioca na mistura de ovos, acrescente o coco e o queijo ralado. Misture com a colher, apenas para incorporar os ingredientes – o resultado é uma massa mais líquida com pedaços de mandioca, queijo e coco.

Coloque a massa às colheradas nas forminhas preparadas, sem ultrapassar do volume (o bolinho cresce). Não aperte a massa nas forminhas.

Se a massa na tigela começar a se separar, misture antes de transferir para as forminhas.

Leve ao forno preaquecido para assar por cerca de 30 minutos, até dourar. Retire do forno e deixe esfriar antes de desenformar. Esta receita rende 12 unidades de bolinhos.

VER PARTE 2

VER PARTE 3

 

Sorocaba - Tudo sobre Erva Cidreira - Pedras de Poder - Camomila - Tudo Sobre Camomila - Academias - Manutenção de Ar Condicionado - Colares de cristal - Malto dextrina e Dextrose - Goma Guar - Rasteirinhas

 Alice Shop - Erva Doce - Terraplanagem - Lista de Feiras Livre - calçados femininos - Ursinho de Pelúcia - Hino de SorocabaAcido Cítrico - Sapatilhas - BobCat - Lista Casas do Cidadão em Sorocaba

Web Shop  - Alimentar - goma xantana - Insumos para alimentos - Chacaras em Sorocaba - Corante Caramelo - Imobiliárias - Mercadão das Ervas - Porque Anunciar no Site - WebShop - Moveis - Calçados Femininos

Cuidados com os pés - Goma Xantana - Conservante  - O Que e Seo - Virtual Br. - Chat - Chas e Ervas - Insumos Para Alimentos - Culinária - Conservantes - Erva cidreira - Arte dos Alimentos - AGITY - Erva Doce - S-E-O

Copyright 2006 a 2018 Sorocaba Virtual Desenvolvido por PaxMa 3D      Conter